Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

A Gastar Solas De Sapatos!

 

Começa a sentir-se um calorzinho, as roupas mais leves são bem vindas e até os pés agradecem a leveza de uns sapatos e meias mais frescas.
 
Entrando no espírito da primavera, já aliviei um pouco a roupa mas cheguei à conclusão de que preciso de uns sapatinhos para esta nova época que está a entrar. Os sapatinhos do ano passado já estão a precisar de entrar nas boxes, de serem tratados como artigos “vintage”.
 
Fui dar uma volta à sapatarias aqui da zona em busca de uns sapatinhos novos, confortáveis e “em conta”, seja lá o que isto for!
Entrei na primeira, onde costumo comprar sapatos bem giros de boa qualidade e a preços atractivos. Deparo-me logo com dezenas de botas. Na, não é nada disto que preciso, Já está muito calor para os meus pobres pezinhos. Prossigo o passeio pelas prateleiras da sapataria e começo a ver saltos altíssimo e fininhos, quase agulha. Não pode ser. Desde que fracturei o pé não aguento sapatos altíssimo e muito menos saltos agulhas. Depois há que lembrar que trabalho todo o dia em pé e que ando de transportes públicos. Meus ricos pézinhos!
 
A seguir veio a secção dos … err… “plásticos”?! Dei meia volta e fugi. Ora logo eu que fico com os pés cozidos, fritos e assados com sapatos que não sejam de pele! Vá de metro Satanás dos plásticos!
Resumindo: uma das minhas sapatarias preferidas só tinha saltos agulha e plásticos!!! E depois não se admirem de não vender nada. Pudera! Para comprar plásticos, ia antes à loja dos 300 comprar uns alguidares e fazia umas engenhocas para os transformar em “sapatos”. Humpf! Sempre saia mais baratos e tinham um design exclusivo e original… ahahahah!
 
Sapataria número dois. Montra miserável, entrei a medo. Secção de plásticos e chinelada assim de chofre quando entramos. Mais meia dúzia de passos e lá vejo uns sapatos aceitáveis. Aceitáveis, não… tinham os malditos saltos! Opa, não acredito! Fiquei logo desmotivada. Depois vieram os sapatos com cara de sapo e matarruanos e os restos de há 10 anos trás. Bom, restou-me abandonar a loja desolada.
 
Passei pelas restantes sapatarias mas era tudo do mesmo género. Acabei por rumar a casa, tentando convencer-me que para a semana já haveriam sapatos da nova colecção bonitinhos, de saltos variados e acessíveis. Mais uns diazinhos de botas e de sapatos “vintage” não fazem mal a ninguém, pois não?
 
 
P.S. – Onde se reclama destas coisas? Não sabem que estes altos fazem muito mal à coluna?!?